Todos os artigos > Startup de tecnologia da saúde fica entre as finalistas do Startup Show
Startup de tecnologia da saúde fica entre as finalistas do Startup Show
O desenvolvimento de tecnologias sempre foi crucial para a saúde humana, e a cada dia novos instrumentos são aperfeiçoados para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Pensando nisso, a startup LinCare criou um produto simples e eficiente para a monitoração de dados vitais do corpo. A empresa de tecnologia da saúde é uma das …

Startup de tecnologia da saúde fica entre as finalistas do Startup Show

Publicado: 03.12.2018 - 16:26, por eCompare.com.br

O desenvolvimento de tecnologias sempre foi crucial para a saúde humana, e a cada dia novos instrumentos são aperfeiçoados para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Pensando nisso, a startup LinCare criou um produto simples e eficiente para a monitoração de dados vitais do corpo. A empresa de tecnologia da saúde é uma das …

O desenvolvimento de tecnologias sempre foi crucial para a saúde humana, e a cada dia novos instrumentos são aperfeiçoados para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Pensando nisso, a startup LinCare criou um produto simples e eficiente para a monitoração de dados vitais do corpo. A empresa de tecnologia da saúde é uma das finalistas no Startup Show, competição entre projetos de inovação.

Ao utilizar a pulseira LinCare, informações como pressão arterial e batimentos cardíacos são coletadas e armazenadas na nuvem para que a pessoa ou um cuidador possam acompanhá-los. A pulseira também monitora a qualidade do sono, os níveis atividades físicas e permite a criação de lembretes e alertas. As informações podem ser visualizadas no smartphone ou no computador, e é possível produzir relatórios e pedir ajuda aos consultores de saúde.

A LinCare disputa a grande final com as startups Bicha da Justiça (lawtech voltada para a comunidade LGBTI+) e Nosso Mandato (que propõe uma transformação na relação entre políticos e eleitores). O projeto vencedor do Startup Show terá como prêmio uma viagem com mentoria ao Vale do Silício, na Califórnia (EUA).

A competição

A partir de 04 de julho deste ano, 300 Startups apresentaram seus projetos pela plataforma do programa, por meio de um inusitado formato de inscrição, que contou ainda com o apoio da inteligência artificial em nuvem da IBM/Watson. 27 delas foram selecionadas e, ao longo de nove semanas, foram colocadas à prova com seus próprios programas pelo canal do Startups Show (https://startupshow.com.br/) e ainda pelo Facebook, LinkedIn e Instagram. Todas as semanas duas delas eram eliminadas e apenas uma permanecia para a próxima fase.

Os jurados, especialistas de diversas áreas representando o ecossistema, foram escalados para avaliar e atuar ativamente como mentores destes projetos. Toda a competição, inclusive os compilados e entrevistas exclusivas, concedidas por tais especialistas, estão disponíveis no portal para conhecimento e consulta pública. O portal já recebeu ao longo da competição mais de 200 mil acessos e os números nas demais redes sociais surpreenderam positivamente os organizadores do formato.

Segundo o jornalista e apresentador Marcelo Tas, um dos jurados da grande final, o Startup Show trouxe “projetos fantásticos de gente muito criativa, com projetos focados em resolver necessidades brasileiras”. Para a escolha, também pesaram os votos populares, através do portal na internet.

O Startup Show tem o patrocínio da IBM, da AeC, da Robbyson (plataforma de soluções tecnológicas que aplica a lógica dos games na gestão dos negócios). O apoio vem de Copa Airlines, Free Valorize, Endeavor, Startse, ABStartups, Startupi, Sucesu Nacional, Ideia Comunicação, 10K Startups, Fundep, Techmall S.A, Pequenas Empresas Grandes Negócios e Sebrae. A realização é da Fill the Blank.