Todos os artigos > Sem dinheiro para investir na educação? Fintech é opção de crédito para quem quer alavancar o currículo
Sem dinheiro para investir na educação? Fintech é opção de crédito para quem quer alavancar o currículo
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir Para quem está procurando uma recolocação no mercado de trabalho investir em qualificação é super importante. A educação é um dos pontos essenciais para o crescimento na carreira, com isso, uma boa alternativa para quem busca uma …

Sem dinheiro para investir na educação? Fintech é opção de crédito para quem quer alavancar o currículo

Publicado: 25.04.2019 - 20:42, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir Para quem está procurando uma recolocação no mercado de trabalho investir em qualificação é super importante. A educação é um dos pontos essenciais para o crescimento na carreira, com isso, uma boa alternativa para quem busca uma …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

Para quem está procurando uma recolocação no mercado de trabalho investir em qualificação é super importante. A educação é um dos pontos essenciais para o crescimento na carreira, com isso, uma boa alternativa para quem busca uma mudança rápida é apostar em cursos e atualizações. Segundo pesquisa realizada pela Fundação Getulio Vargas (FGV), trabalhadores com curso profissionalizante têm 48% mais chance de conquistar um emprego no Brasil, comparado com candidatos com apenas ensino médio.

Porém, alguns cursos de especialização custam caro, e podem pesar no bolso de quem está desempregado. Uma opção segura para muitos brasileiros são os “bancos digitais”, mais conhecidos como fintechs. Segundo pesquisa do Google, os brasileiros se mostraram mais satisfeitos com este serviço. Cerca de 71% das pessoas afirmaram que estão contentes com as fintechs, enquanto 42% têm a mesma opinião com os bancos.

A Simplic, por exemplo, possui em sua base mais de 3 milhões de usuários cadastrados e é a primeira fintech a oferecer empréstimo 100% online para pessoas físicas com valores que variam de R$ 500 a R$ 3.500. Segundo dados da empresa, eles recebem mais de 6 mil solicitações de empréstimos por dia com o objetivo principal de pagar dívidas. “Nosso diferencial é a rapidez e facilidade na aprovação, possibilitando também crédito para negativados e trabalhadores informais, além do dinheiro na conta em até 24 horas”, comenta Rogério Cardozo, diretor – executivo da Simplic no Brasil.

Tags: Armazenamento Consultoria Entrega Marketplace Performance Plataformas Gestão de Anúncios Atendimento ao Cliente E-Mail Marketing Sistema de ERP Pagamento Online Mídias Sociais Plataforma de E-Commerce Precificação Dinâmica Vitrine Personalizada Serviços Escola Especializada Logística Agência Especializada Redirecionamento de Encomendas Soluções