Todos os artigos > Projeto sustentável da Brado gera economia e melhora a produtividade em terminal ferroviário
Projeto sustentável da Brado gera economia e melhora a produtividade em terminal ferroviário
Tendo como princípio a sustentabilidade ambiental, a Brado implementou um projeto de iluminação em seu terminal ferroviário de Sumaré (SP). Iniciado em outubro de 2017 e finalizado em outubro deste ano, a iniciativa levou novas tecnologias que entregam mais de 60% de economia no consumo de energia elétrica em áreas como o armazém, e aumentam …

Projeto sustentável da Brado gera economia e melhora a produtividade em terminal ferroviário

Publicado: 13.12.2018 - 17:40, por eCompare.com.br

Tendo como princípio a sustentabilidade ambiental, a Brado implementou um projeto de iluminação em seu terminal ferroviário de Sumaré (SP). Iniciado em outubro de 2017 e finalizado em outubro deste ano, a iniciativa levou novas tecnologias que entregam mais de 60% de economia no consumo de energia elétrica em áreas como o armazém, e aumentam …

Tendo como princípio a sustentabilidade ambiental, a Brado implementou um projeto de iluminação em seu terminal ferroviário de Sumaré (SP). Iniciado em outubro de 2017 e finalizado em outubro deste ano, a iniciativa levou novas tecnologias que entregam mais de 60% de economia no consumo de energia elétrica em áreas como o armazém, e aumentam a produtividade das operações, principalmente no período noturno, pois o local opera em três turnos, 24 horas por dia.

“O projeto de iluminação de Sumaré será modelo para os demais terminais ferroviários da Brado localizados em São Paulo, Mato Grosso e Paraná. Além da redução no consumo de energia, nossos colaboradores ganharam condições ainda melhores de trabalho, segurança e produtividade. E isso só colabora para aumentar a excelência da prestação de serviços para os nossos clientes”, afirma Marcelo Saraiva, Diretor Comercial e de Operações da Brado.

“Esse projeto proporcionou significativa melhora na qualidade de iluminação em todo o terminal promovendo maior segurança, produtividade e eficiência à operação. Além disso, reforça o compromisso da Brado com a sustentabilidade uma vez que foram instalados equipamentos que convertem energia solar em energia elétrica usada na iluminação”, acrescenta Zuleica de Melo, Gerente Executiva de Engenharia da Inovação e Qualidade da Companhia.

Dividido em quatro áreas, o projeto remodelou a iluminação do armazém, da via férrea interna ao terminal, do pátio e da entrada (que reúne escritório e estacionamento) da unidade. No armazém, lâmpadas de vapor metálico foram trocadas por 50 luminárias de LED e telhas translúcidas que aproveitam ao máximo a luz do dia. Com 7 mil metros quadrados, o local é utilizado para guardar produtos alimentícios em geral, bebidas e materiais de construção. Somente nessa parte da unidade, a economia de consumo chegou a 60% na comparação dos produtos de vapor metálico com os de LED.

Com quase um quilômetro de extensão, a via férrea interna do terminal recebeu 20 postes de 15 metros e 60 luminárias LED de 300 watts. No pátio onde são organizados os contêineres, foram instalados sete postes com 30 metros de altura e 56 luminárias LED de 480 watts. A altura elevada e a maior potência de luminosidade foram planejadas para reduzir as áreas de sombra – há turnos onde é necessário empilhar quatro contêineres, o equivalente a mais de 10 metros de altura. Com uma luz mais forte e em pontos altos, a operação de movimentação de carga ganha mais agilidade e segurança.

Por fim, a Companhia instalou cinco postes solares na entrada da unidade, onde ficam as áreas administrativas e um estacionamento com vaga para 30 automóveis. Quando estão totalmente carregados, os postes podem tem uma autonomia de até três dias (caso não recebam nenhuma incidência solar).