Todos os artigos > Programa para startups da Câmara Brasil-Alemanha conta com participação do SENAI
Programa para startups da Câmara Brasil-Alemanha conta com participação do SENAI
Desde 2016, o programa Startups Connected vem apoiando o desenvolvimento de startups dos mais variados segmentos. A iniciativa foi criada pela Câmara Brasil-Alemanha a partir de demandas reais das grandes empresas, que demonstraram interesse em se conectar com startups e co-criar soluções de base tecnológica. O programa, que já contava com um leque de parceiros …

Programa para startups da Câmara Brasil-Alemanha conta com participação do SENAI

Publicado: 17.07.2019 - 20:31, por eCompare.com.br

Desde 2016, o programa Startups Connected vem apoiando o desenvolvimento de startups dos mais variados segmentos. A iniciativa foi criada pela Câmara Brasil-Alemanha a partir de demandas reais das grandes empresas, que demonstraram interesse em se conectar com startups e co-criar soluções de base tecnológica. O programa, que já contava com um leque de parceiros …

Desde 2016, o programa Startups Connected vem apoiando o desenvolvimento de startups dos mais variados segmentos. A iniciativa foi criada pela Câmara Brasil-Alemanha a partir de demandas reais das grandes empresas, que demonstraram interesse em se conectar com startups e co-criar soluções de base tecnológica.

O programa, que já contava com um leque de parceiros para apoiar o crescimento do negócio das startups participantes, teve em sua 3ª edição a participação do SENAI, por meio do Edital de Inovação para a Indústria. As startups selecionadas pelas empresas, foram aceleradas ao longo de 6 meses, e os Institutos SENAI e Inovação e Tecnologia apoiaram o desenvolvimento tecnológico das soluções, sejam elas em formato de protótipo, processo ou simulação.

“Para nós, é uma satisfação imensa poder contar com o SENAI em nosso programa. Nas duas primeiras edições do programa, desenvolvemos uma expertise para o desenvolvimento do negócio das startups. Vimos muita sinergia com a proposta do SENAI, que somou ao promover o desenvolvimento tecnológico das startups. O know-how e a infraestrutura que o SENAI pôde oferecer às nossas startups durante este período foram imprescindíveis para o desenvolvimento das startups e o sucesso do programa”, afirma Bruno Zarpellon, Diretor de Inovação e Tecnologia da Câmara Brasil-Alemanha e idealizador do programa.

Entre as 9 startups aceleradas no último ciclo, pode-se destacar o caso das startups LARAIA, Mobilis e MZ Tecnologia:

A LARAIA entrou no programa com a proposta de utilizar machine learning para democratizar o acesso a roadmaps tecnológicos. Seu desafio estava na apresentação dos resultados. “Saímos do programa com um mockup que permite navegar pelos roadmaps visualizando dados de forma mais atraente e amigável, além de ser possível acessar via desktop ou mobile. Para nós, é a realização de um sonho. Nosso próximo passo é implementar o mockup na plataforma da LARAIA.”, diz Lilian Laraia, fundadora da startup.

Para uma pequena montadora de veículos elétricos como a Mobilis, a produtividade é essencial. “Visto que estamos em fase de tração, decidimos utilizar os serviços do SENAI para desenhar um layout de produção para uma meta de 12 veículos por mês. Começamos o programa com dois veículos entregues, e seis meses depois, estamos em nosso oitavo veículo.”, comenta Érico Reis, CCO da Mobilis. O SENAI ajudou a startup a aplicar conceitos de lean manufacturing, identificar gargalos e reduzir desperdício de recursos no processo de fabricação. “Por enquanto nossa demanda é de três veículos ao mês, mas estamos preparados para crescer!”, diz Érico em tom otimista.

Já a MZ Tecnologia apostou na melhoria de seu produto QualityStorm, de inspeção visual por smartphone. “O SENAI foi fundamental na aceleração, encurtando o tempo para desenvolvimento do sistema para iOS. O especialista que trabalhou com a nossa equipe foi muito solícito, e trouxe insights valiosos a partir de uma perspectiva externa. O alinhamento entre as partes foi essencial para os resultados alcançados: atendemos à demanda da empresa-âncora e crescemos como empresa ao mesmo tempo.”, diz Brahim Málaque Neto, sócio fundador da MZ Tecnologia.

“A parceria da AHK com o Edital de Inovação serve como mecanismo de conexão entre grandes empresas alemãs instaladas no Brasil com o ambiente de inovação nacional, especialmente com as startups. É uma maneira de nos conectar a um país inovador como a Alemanha e fazer um transbordamento para o Brasil das tecnologias da Indústria 4.0 que estão sendo desenvolvidas pelos alemães”, afirma o gerente-executivo de Inovação e Tecnologia do SENAI, Marcelo Prim. “Um dos papeis do SENAI é justamente difundir pelo interior do Brasil e democratizar as tecnologias que são exponenciais para pequenas empresas inovadoras, como startups, e essa parceria ajuda nessa missão”, complementa.

A 4ª edição do Programa Startups Connected foi lançada no dia 29 de maio e conta novamente com o apoio e participação do SENAI, por meio do Edital de Inovação para Indústria. As startups podem conhecer mais sobre a iniciativa no site www.startupsconnected.com.br.