Todos os artigos > Primeiros passos: como abrir uma loja virtual de sucesso?
Primeiros passos: como abrir uma loja virtual de sucesso?
Existem cerca de 675 mil lojas virtuais no Brasil. Esses números são grandiosos e mostram um mercado ainda promissor, pois a quantidade de lojas representou um crescimento de 12,5%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esta é a conclusão do estudo realizado em maio de 2018 chamado “O Perfil do E-Commerce Brasileiro …

Primeiros passos: como abrir uma loja virtual de sucesso?

Publicado: 22.11.2018 - 16:23, por eCompare.com.br

Existem cerca de 675 mil lojas virtuais no Brasil. Esses números são grandiosos e mostram um mercado ainda promissor, pois a quantidade de lojas representou um crescimento de 12,5%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esta é a conclusão do estudo realizado em maio de 2018 chamado “O Perfil do E-Commerce Brasileiro …

Existem cerca de 675 mil lojas virtuais no Brasil. Esses números são grandiosos e mostram um mercado ainda promissor, pois a quantidade de lojas representou um crescimento de 12,5%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Esta é a conclusão do estudo realizado em maio de 2018 chamado “O Perfil do E-Commerce Brasileiro 2018” e que foi encomendado pelo PayPal Brasil à BigData Corp.

O crescimento de e-commerces parece assustador aos lojistas iniciantes em um primeiro momento, porque são muitas variáveis para gerenciar e acabam enxergando dificuldades em atingir o sucesso em meio a concorrência. No entanto, quando atitudes positivas são tomadas, como a realização de um bom planejamento do negócio e estar rodeado de bons profissionais, o entendimento do mercado de e-commerce fica mais fácil. Isso permite que você, lojista, esteja preparado para enfrentar a dinâmica deste mercado e, consequentemente, se sobressair diante dos concorrentes para garantir um crescimento otimista.

Nesse texto, você tem conhecimento de algumas dicas importantes que te permitirão a abertura de uma loja virtual de sucesso! Continue a leitura!

Defina o seu nicho de mercado

O primeiro passo é definir qual caminho pretende seguir com o seu e-commerce. O seu foco é no mercado de moda? Então entenda perfeitamente como ele funciona. Após esse processo, defina qual a especificidade do mercado você deseja seguir. Existem algumas opções, como:

Isso vale para qualquer tipo mercado, seja para decoração, pet shop, cosméticos, papelaria etc. Além de definir o seu mercado e a especificidade que irá seguir, um outro passo que precisa ser dado é verificar se realmente existe demanda para os produtos ou serviços. Neste caso, a internet oferece ferramentas que podem dar uma ligeira percepção de demanda utilizando a análise do volume de busca.

A imagem a seguir representa o volume de busca entre a palavra-chave sapato e celular. Naturalmente, a busca (demanda) pelo celular é 10 vezes maior que a demanda por sapato.

Fonte: Google Trends

Se os seus potenciais consumidores não procuram pelo o que você quer vender, não adianta investir em algo que não oferecerá retorno. Uma situação assim só trará prejuízos ao seu empreendimento. O importante é que você tenha bem desenhado a direção do seu e-commerce e se ela valerá a pena.

Planeje tudo!

Sem um bom planejamento, você aumentará a probabilidade de se perder ao longo do caminho e, é quase certo, que enfrentará desafios  que poderiam ser evitados na abertura de uma loja virtual. Lembre-se que você deve ter tudo bem desenhado e, para isso acontecer corretamente, faz-se necessário criar uma listagem de tudo o que precisa ser feito e o método de como será feito. Sem sombra de dúvida, essas etapas trarão mais tranquilidade nos processos da sua empresa.

Checklist

Para que o planejamento do negócio seja realmente efetivo, é preciso criar um checklist com todas as atividades a serem realizadas. É determinante:

Estar com o seu nicho de mercado bem definido;

Fazer o seu plano de negócio (público-alvo, atividades a serem realizadas, produtos a serem vendidos, propostas, parceiros, canais, custos etc);

Entender o que o seu público precisa;

Verificar toda a legislação do e-commerce e o que é necessário para abrir a sua empresa;

Criar o nome do seu negócio;

Registrar o domínio do seu e-commerce;

Registrar a marca da sua empresa;

Pesquisar bem e escolha a plataforma ideal (você verá mais sobre isso logo abaixo);

Escolher o servidor de hospedagem mais eficiente para seu e-commerce;

Definir um layout intuitivo e bonito;

Fazer as descrições completa dos produtos e não copiar dos fornecedores;

Elaborar fotografias de qualidade, demonstrando todos os detalhes;

Definir quais serão os valores dos produtos;

Elaborar as informações da empresa para disponibilizar no e-commerce;

Definir as formas de pagamento e se usará intermediadores;

Escolher a ferramenta backoffice para uma gestão completa e eficiente;

Definir os valores do frete;

Desenvolver as políticas de segurança do e-commerce;

Desenvolver um suporte atencioso e de qualidade;

Definir as ações de marketing para divulgar o seu negócio;

Treinar toda a sua equipe para estarem sempre preparados.

Um dos passos mais importantes que não podem ser negligenciados é o momento da escolha de uma plataforma de e-commerce (loja virtual). Muitas vezes, o empreendedor não entende tão detalhadamente as tecnologias envolvidas e o procedimento de gestão de uma loja virtual, e acabam contratando incorretamente. São uma série de erros, muitos deles associados à contratação com o viés pelo “design bonito” e não pelo detalhamento dos requisitos ideais para sua loja. A escolha da plataforma do e-commerce é o que mais gera medo e dúvidas nos empreendedores brasileiros.

Vamos desmistificar isso tudo para você…

Escolha a plataforma de e-commerce ideal para o seu negócio

Uma coisa o mercado é unânime, a plataforma deve ser eficiente e atender à todas as necessidades de negócio do lojista. Para isso, tenha em mente que a plataforma de e-commerce deve oferecer:

Segurança;

Suporte eficiente;

Checkout otimizado;

Integrações facilitadas;

Navegações rápidas (Usabilidade);

Bons sistemas de pagamento;

Gestão de estoque de qualidade;

Aplicação correta das técnicas de SEO.

Com base nesses pontos, avalie todas as opções presentes no mercado e coloque na balança todas as vantagens e desvantagens tanto as plataformas pagas, como gratuitas. A partir disso, será possível visualizar qual ferramenta se encaixa melhor à sua realidade.

A troca de plataforma de e-commerce é um processo cuidadoso e que requer muita atenção. Para evitar essa situação que pode ser perigosa, é preciso que você dedique um bom tempo para avaliar as plataformas e escolher uma realmente eficiente. Isso evita futuras dores de cabeça.

https://www.youtube.com/watch?v=MqAcmrKMi7c

Se você está neste momento de troca de plataforma, talvez precise de ajuda para decidir e detalhar tecnicamente como fazer esse movimento. Nessas horas, a Bis2Bis pode te ajudar com uma consultoria para você começar com o pé direito.

Agora, se você já ultrapassou os desafios de plataforma de e-commerce e agora precisa gerar tráfego, então leia a continuação desse artigo “Próximos passos: aumentando o tráfego e fidelizando os consumidores“, que aborda a importância desta etapa no negócio de qualquer loja virtual.