Todos os artigos > Plataformas exclusivas desenvolvidas pela BrasilCT permitem update da indústria no e-commerce
Plataformas exclusivas desenvolvidas pela BrasilCT permitem update da indústria no e-commerce
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir A indústria tem buscado maneiras de negociar direto com seu consumidor final para aumentar seus canais de venda, ter mais transparência no relacionamento e agilizar o processo de venda. O fenômeno, conhecido como desintermediação, oferece atrativos para …

Plataformas exclusivas desenvolvidas pela BrasilCT permitem update da indústria no e-commerce

Publicado: 16.05.2019 - 15:59, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir A indústria tem buscado maneiras de negociar direto com seu consumidor final para aumentar seus canais de venda, ter mais transparência no relacionamento e agilizar o processo de venda. O fenômeno, conhecido como desintermediação, oferece atrativos para …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

A indústria tem buscado maneiras de negociar direto com seu consumidor final para aumentar seus canais de venda, ter mais transparência no relacionamento e agilizar o processo de venda. O fenômeno, conhecido como desintermediação, oferece atrativos para ambos os lados. O objetivo das indústrias é aproveitar as oportunidades do e-commerce e crescer neste segmento, conforme comprovam os dados da Ebit|Nielsen. Segundo a empresa de análises de mercado, a previsão é que o e-commerce cresça 15% em faturamento em 2019, com vendas totais de R$ 61,2 bilhões. Os pedidos devem apresentar um aumento de 12%, chegando a 137 milhões, e o valor médio das compras deve ser de R$447, alta de 3%.

E para facilitar a implantação deste processo, as indústrias podem contar com a expertise da BrasilCT, parceira e operadora estratégica para viabilizar iniciativas direct-to-consumer (D2C), realizando o fulfillment e aceleração de vendas em marketplaces e e-commerces B2B. A cadeia de ações da BrasilCT envolve diversas etapas incluindo a logística, escolha dos fretes, proteção de dados e SAC do cliente final.

Com clientes como Unilever, Diageo, Avon, Nestlé, Piracanjuba, Grand Cru, Grupo SEB, Mallory e outras, a BrasilCT acredita que expandir o omnichannel e integrar todos os canais de venda é a tendência para os próximos anos. “Alinhar o ‘mundo’ on-line com o físico é a nova meta de todas as indústrias presentes no mundo digital. A missão é garantir que o caminho inverso também aconteça e o cliente possa escolher o item desejado em um estabelecimento de varejo e pagar utilizando seu smartphone ou, se preferir, até comprar em um desktop e retirar em uma loja próxima”, explica o CEO, Francisco Donato.

Responsáveis pela maior parte das compras online, os aparelhos móveis se tornaram um fator determinante para o empreendedor vender e oferecer seus serviços. A BrasilCT conta com uma plataforma white label de serviços tecnológicos – a VC+OmniPay – orientado à próxima grande onda de consumo: as plataformas 020 (online-to-offline) e os pagamentos Mobile.

“Ter um superapp powered by VC+OmniPay habilita empresas a serem fintechs e continuarem a vender seus produtos, gerando oportunidades conexão com consumidor. Cabe às empresas perceber que isso significa que a plataforma pode ampliar a oferta de serviços, dar a capacidade de criar dinâmicas de cashback para fidelizar seu cliente ou atrair novos, fazendo uma comunicação direta na palma de seus consumidores, possibilitando conhecer melhor seus consumidores. Nossa plataforma white label pode economizar meses no processo de implantação, que para esse tipo de aplicativo requer um alto nível de segurança na proteção de dados e certificados para trafegar informações de cartões de crédito de forma segura. onde o custo desse upgrade se torna significamente menor”, explica o Márcio Rosa, CTO da BrasilCT.