Todos os artigos > Os impactos da economia colaborativa no mercado de trabalho
Os impactos da economia colaborativa no mercado de trabalho
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir A popularização dos espaços de trabalho compartilhados no Brasil, os chamados coworkings, mostra que os brasileiros já aderiram à forte tendência da economia colaborativa no mercado de trabalho. De acordo com a Ancev (Associação Nacional de Coworkings …

Os impactos da economia colaborativa no mercado de trabalho

Publicado: 24.04.2019 - 21:29, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir A popularização dos espaços de trabalho compartilhados no Brasil, os chamados coworkings, mostra que os brasileiros já aderiram à forte tendência da economia colaborativa no mercado de trabalho. De acordo com a Ancev (Associação Nacional de Coworkings …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

A popularização dos espaços de trabalho compartilhados no Brasil, os chamados coworkings, mostra que os brasileiros já aderiram à forte tendência da economia colaborativa no mercado de trabalho. De acordo com a Ancev (Associação Nacional de Coworkings e Escritórios Virtuais), já existem 1.100 coworkings no Brasil e região Sudeste é a que possui a maior concentração desses modelos de escritório, com 600 espaços. Destes, só na grande São Paulo são mais de 350.

Em paralelo a esse cenário, o ambiente corporativo vive um momento em que as empresas estão enxugando cada vez mais o seu quadro de funcionários e acumulando diversas funções em um mesmo profissional, muitas vezes chamado de multitask, que em português significa multitarefas. Será que os colaboradores que realizam diversas atividades ao mesmo tempo são os melhores talentos?

Para Daniel Costa, Head de CSI & Marketing do BWG, grupo que atua há mais de 30 anos como um hub de soluções nas áreas de comunicação e RH, com tantos avanços tecnológicos e a inteligência artificial fazendo cada vez mais parte do nosso dia a dia, mais do que nunca é tempo de nos reconectar com as pessoas e valorizar confiança e empatia.

“A nova economia abre uma perspectiva para pessoas e empresas não possuírem mais as coisas. Podemos compartilhar recursos que são cada vez mais escassos. Assim como as pessoas não precisam mais ter um carro, as empresas não precisam possuir uma campanha de comunicação interna. Compartilhar em vez de possuir, amplia a prosperidade de todos os envolvidos, seja pela redução de custos ou pelo aumento da renda e produtividade”, afirma o executivo.

Recentemente, o BWG lançou no mercado o 4bee FLIX – plataforma colaborativa que aproxima os melhores designers do mercado aos profissionais de comunicação e RH. O 4bee Flix automatiza todo o processo de criação de uma campanha de endomarketing, como por exemplo, as de datas comemorativas (Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, entre outras). O objetivo é que as equipes de RH e comunicação interna de uma empresa ou instituição pública foquem em ações mais estratégicas, deixando para a plataforma realizar as campanhas de baixa complexidade, mas que absorvem muito tempo dos profissionais.

A plataforma permite que profissionais da área de design tenham constantemente demandas de trabalho para executar, sem pressa e de onde eles quiserem. A equipe que cuida do 4bee FLIX seleciona os melhores criativos do mercado e os cadastram como personagens na plataforma. A ideia de não revelar a identidade é para proteger a liberdade criativa. Hoje, o 4bee Flix possui designers parceiros de Santa Catarina, Porto Alegre, São Paulo e Minas Gerais.

Antes de lançar a plataforma, o BWG realizou uma pesquisa com mais de 100 empresas, entre elas Oracle, Pepsico, Nextel, Eletropaulo e Energisa. Os resultados mostram que mais da metade dessas companhias desenvolvem suas campanhas de endomarketing internamente ou possuem um custo médio anual  R$ 51 mil com as campanhas de Comunicação Corporativa e Endomarketing.

Um dado que chama a atenção é que mais de 60% desse valor é gasto com campanhas de datas comemorativas ou temas genéricos de baixa complexidade, como sustentabilidade, segurança, diversidade, entre outros. Além disso, 50% das grandes empresas e 62% das médias esperam mais de 4 dias úteis para ter a campanha finalizada e fazem inúmeras alterações de layout ao longo do processo.

“Acreditamos que a verdadeira inovação é quando construímos algo para resolver os problemas dos nossos clientes. Com o 4bee Flix as empresas poderão engajar cada vez mais os seus colaboradores para que eles possam trabalhar cada vez mais com entusiasmo e comprometimento”, completa Daniel.