Todos os artigos > Não se preocupe, a Inteligência Artificial não vai tirar o seu emprego
Não se preocupe, a Inteligência Artificial não vai tirar o seu emprego
Para a maioria, a Inteligência Artificial (IA) e a influência que ela exerce sobre a força de trabalho humana é um tema altamente controverso. Muito tem sido escrito sobre este assunto ao longo dos últimos anos e é possível identificar duas escolas de pensamento: a favor ou contra o uso dessa tecnologia. No entanto, na …

Não se preocupe, a Inteligência Artificial não vai tirar o seu emprego

Publicado: 22.07.2019 - 16:25, por eCompare.com.br

Para a maioria, a Inteligência Artificial (IA) e a influência que ela exerce sobre a força de trabalho humana é um tema altamente controverso. Muito tem sido escrito sobre este assunto ao longo dos últimos anos e é possível identificar duas escolas de pensamento: a favor ou contra o uso dessa tecnologia. No entanto, na …

Para a maioria, a Inteligência Artificial (IA) e a influência que ela exerce sobre a força de trabalho humana é um tema altamente controverso. Muito tem sido escrito sobre este assunto ao longo dos últimos anos e é possível identificar duas escolas de pensamento: a favor ou contra o uso dessa tecnologia. No entanto, na Pesquisa de Inovação 2018 TIBCO CXO, promovida pela TIBCO, os executivos entrevistados concordam que o elemento humano proporciona a fundação para o sucesso da IA.

A IA encontrou seu espaço em empresas de diversos setores contribuindo para aumentar receitas, serviços e muito mais. Enquanto esta tecnologia está se tornando cada vez mais difundida, o elemento humano continuará sendo importante. A pesquisa descobriu que posições de trabalho baseadas em atividades repetitivas e não criativas serão complementadas por tecnologias de inteligência artificial (pense em carros sem motorista, por exemplo).

No best-seller listado pelo New York Times, “Uma Mente Inteira”, o autor Daniel Pink discute por que as pessoas orientadas pelo lado direito do cérebro irão dominar o futuro em meio à era da automação. A chave para a sobrevivência serão os traços inerentemente humanos que as pessoas com essa característica contam, como criatividade, empatia e predominância de significado. Em outras palavras, à medida que a tecnologia da IA ​​avança, os seres humanos continuarão a desempenhar um papel significativo em agregar valor à tecnologia no que se refere a seus empregos.

Enquanto muitas empresas estão explorando a Inteligência Artificial e o Machine Learning, outras tantas não estão muito preocupadas com o que acontecerá do ponto de vista do trabalho. Dos mais de 600 entrevistados na pesquisa, apenas 9% acham que a IA causaria perda significativa de emprego. Por outro lado, 27% acreditam que isso levaria a um crescimento significativo de empregos.

A pesquisa trouxe outras respostas. Em torno de 37% dos entrevistados acham que a IA impactará em algum crescimento no emprego, cerca de 18% dizem que a perda de emprego será equilibrada pelo crescimento do emprego e cerca de 9% acham que a IA causará alguma perda de emprego.

Então, o que está causando a resistência à IA quando se trata de nossos empregos? Medo. Há um fator de medo em torno da inteligência artificial e do aprendizado de máquinas que faz com que as pessoas reajam de forma apreensiva quando se trata de seus empregos. Pesquisadores estão estudando isso, mas o que pode ser concluído até agora é que, a longo prazo, a IA criará empregos, e não os destruirá.

Resumindo, os humanos e a IA se combinam para fazer a máquina decisória definitiva. Os humanos nunca se tornarão obsoletos; a mente criativa de um humano é diferente da mente acionada por algoritmos. Isso levará a uma melhor percepção. Além disso, o uso adequado da AI para tarefas mais simples libera as pessoas para serem mais criativas. E às vezes, a IA pode realizar essas tarefas rotineiras e repetitivas de maneira melhor e mais eficiente do que os humanos.

Precisamos usar a IA para nos ajudar, não para nos atrapalhar. Sua adaptação no trabalho não deve trazer medo, mas sim uma oportunidade de mudar para melhor. Com a implementação adequada da inteligência artificial, as empresas podem atender melhor às demandas dos clientes, aos objetivos de negócios e às metas, melhor do que nunca.

Quando se trata do futuro do trabalho e do surgimento da IA, não temos nada com o que nos preocupar. Se houver alguma coisa, o foco deve ser mais na curva de aprendizado sobre como trabalhar com inteligência artificial do que no medo de que isso elimine nossos empregos. Trabalhar a favor da AI em vez de contra pode nos levar a várias oportunidades criativas que de outra forma não teríamos.