Todos os artigos > Ministério Público do Trabalho lança campanha em combate ao trabalho infantil
Ministério Público do Trabalho lança campanha em combate ao trabalho infantil
Para ajudar a conscientizar a sociedade sobre a importância de combater o trabalho infantil, o Ministério Público do Trabalho está lançando a campanha “Toda Criança é Nossa Criança. Diga Não ao Trabalho Infantil”, que tem um filme de animação como principal peça de divulgação. A iniciativa integra o posicionamento de comunicação adotado pela instituição desde …

Ministério Público do Trabalho lança campanha em combate ao trabalho infantil

Publicado: 10.07.2019 - 20:58, por eCompare.com.br

Para ajudar a conscientizar a sociedade sobre a importância de combater o trabalho infantil, o Ministério Público do Trabalho está lançando a campanha “Toda Criança é Nossa Criança. Diga Não ao Trabalho Infantil”, que tem um filme de animação como principal peça de divulgação. A iniciativa integra o posicionamento de comunicação adotado pela instituição desde …

Para ajudar a conscientizar a sociedade sobre a importância de combater o trabalho infantil, o Ministério Público do Trabalho está lançando a campanha “Toda Criança é Nossa Criança. Diga Não ao Trabalho Infantil”, que tem um filme de animação como principal peça de divulgação. A iniciativa integra o posicionamento de comunicação adotado pela instituição desde 2017, com a hashtag #ChegaDeTrabalhoInfantil.

O filme conta a história de Beto, um adolescente de 14 anos em situação de vulnerabilidade social, que vivia de catar latinhas na rua. Um dia, seu Elias, dono de uma fábrica, resolveu dar um emprego de carregador de caixas ao Beto. Afinal, pensava ele, “melhor trabalhar do que ficar na rua, ou do que roubar”. A partir daí se desenrola toda a trama da peça animada, que culmina no oferecimento de um programa de aprendizagem pelo empregador, gerando oportunidades aos adolescentes e uma notável melhoria na comunidade do seu entorno.

O objetivo do desenho animado é conscientizar a sociedade sobre os mitos que envolvem o trabalho infantil. Só a partir dos 14 anos os jovens podem exercer atividades de formação profissional em programas de aprendizagem, com todas as proteções garantidas.

Veja:

[embedded content]

Ficha Técnica:

Cliente: Ministério Público do TrabalhoAgência: C4 Publicidade – CampinasAnimação e Ilustrações: Vetor Zero/LoboCriação: Pedro Pletitsch, Fabio Rodrigues, Bruno Garófalo e Luiz Filipe PeresPlanejamento: Pedro PletitschMídia: Flávia Tonon GalloAtendimento: Henrique Leme, Erik Curado e Camila AlvesAprovação cliente: Dr. Ronaldo Lira e Dra. Giselle Oliveira