Todos os artigos > Mercado Livre atinge US$ 3,1 bi em vendas, alta de 92,9% em faturamento líquido e avanço recorde de Mercado Pago no primeiro trimestre de 2019
Mercado Livre atinge US$ 3,1 bi em vendas, alta de 92,9% em faturamento líquido e avanço recorde de Mercado Pago no primeiro trimestre de 2019
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir O Mercado Livre, empresa de tecnologia para e-commerce e serviços financeiros, divulgou hoje seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2019, finalizado em 31 de março. A operação brasileira mantém ritmo de crescimento duas vezes acima da …

Mercado Livre atinge US$ 3,1 bi em vendas, alta de 92,9% em faturamento líquido e avanço recorde de Mercado Pago no primeiro trimestre de 2019

Publicado: 02.05.2019 - 20:58, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir O Mercado Livre, empresa de tecnologia para e-commerce e serviços financeiros, divulgou hoje seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2019, finalizado em 31 de março. A operação brasileira mantém ritmo de crescimento duas vezes acima da …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

O Mercado Livre, empresa de tecnologia para e-commerce e serviços financeiros, divulgou hoje seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2019, finalizado em 31 de março. A operação brasileira mantém ritmo de crescimento duas vezes acima da média do mercado.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado financeiro que entregamos neste trimestre, com crescimento continuado em múltiplas frentes do nosso negócio e de maneira sustentável. O marketplace segue avançando mesmo com a base alta de comparação de 2018, quando consolidamos a nossa liderança no e-commerce brasileiro. Os novos recordes de Mercado Pago, assim como o lucro líquido que alcançamos no período, se somam a um trimestre bastante encorajador para todo o nosso time no Brasil e na América Latina”, analisa Stelleo Tolda, COO e Vice-presidente executivo do Mercado Livre para a América Latina.

Destaques do primeiro trimestre de 2019

Mercado Pago:

O volume total de pagamentos com Mercado Pago alcançou US$ 5,6 bilhões, um aumento ano a ano de 35,1% em dólar e 82,5% em moeda corrente, descontando o efeito cambial. O total de transações cresceu 93,7% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 143,9 milhões de transações no trimestre. O Mercado Pago seguiu avançando na execução de pagamentos fora da plataforma (online e offline) por meio de serviços de pagamentos, terminais móveis (MPOS) e carteira digital. Em uma base consolidada, o volume total de pagamentos fora da plataforma cresceu 118,8% em dólar e 194,2% em real em relação ao ano anterior. Pela primeira vez, os pagamentos fora da plataforma processaram quase US$ 2,5 bilhões em transações, superando os 80 milhões de pagamentos em um único trimestre, atingindo 88,2 milhões de transações. O negócio de MPOS ainda está entre os que mais crescem, representando 43,9% do volume total de pagamentos fora do marketplace no trimestre. Em uma base consolidada, o volume total de pagamentos cresceu 260,4% em real em relação ao primeiro trimestre de 2018. Mais uma vez, a carteira digital do Mercado Pago alcançou mais do que 4x o número de pagadores ativos durante o trimestre, enquanto o volume total de pagamentos da carteira móvel seguiu crescendo três dígitos no Brasil, na Argentina e no México. Seguimos avançando com nossa oferta de serviços financeiros, na Argentina e no Brasil, com um conjunto de soluções fintech: dispositivos MPOS, pagamentos com Código QR em estabelecimentos físicos, carteira digital, investimentos e oferta de capital de giro para empreendedores clientes do Mercado Livre e do Mercado Pago.

Marketplace e Envios:

O volume de vendas (Gross Merchandise Volume – GMV) voltou a acelerar, alcançando US$ 3,1 bilhões. Esse número representa queda de 1,7% em dólar em relação ao ano anterior, e aumento de 26,6% em moeda constante, enquanto no quarto trimestre de 2018 o GMV havia sofrido uma queda 10,6% em dólar e crescimento de 17,6% em moeda constante. Foram vendidos no marketplace do Mercado Livre 82,8 milhões de itens, alta de 3,3% em relação ao primeiro trimestre de 2018, contra 50,8% obtidos no mesmo período do ano passado. A desaceleração no ritmo de crescimento em relação ao ano anterior é atribuível ao lançamento no Brasil, no último trimestre, de uma taxa fixa de R$ 5 para itens abaixo de R$ 120 e exclusão de anúncios abaixo de R$ 6. A quantidade de compradores únicos reacelerou com crescimento de 10,8% no primeiro trimestre, contra 7,5% no quarto trimestre de 2018. Os anúncios oferecidos no marketplace do Mercado Livre ultrapassaram pela primeira vez a marca dos 200 milhões, chegando a 206 milhões no primeiro trimestre, em um aumento de 57,9% em relação ao ano anterior. O volume de vendas via dispositivos móveis cresceu 10,9% em moeda constante, atingindo 62,9% do GMV no último trimestre. Os itens enviados através do Mercado Envios atingiram 62,9 milhões, um aumento de 18,6% em relação ao ano anterior, impulsionado principalmente pela evolução do programa de frete grátis. O número de itens expedidos na Argentina, México, Chile e Colômbia foi destaque no trimestre, crescendo 110,8%, 74,9%, 29,8% e 44%, respectivamente, na comparação ano a ano.

Resultados financeiros:

A receita líquida no primeiro trimestre cresceu para US$ 473,8 milhões, um aumento ano a ano de 47,6% em dólar e 92,9% em moeda constante. A operação no Brasil representa mais de 60% da receita líquida total da companhia, tendo alcançado US$ 302,3 milhões, crescimento de 64% em dólar e 91% em real, ano contra ano. As receitas do marketplace aumentaram 79,8% ano a ano em dólar e 128,4%, em moeda constante, enquanto as receitas não relacionadas ao marketplace tiveram um crescimento de 22,4% em relação ao ano anterior em dólar e 65,2% em moeda constante. O lucro bruto foi de US$ 237 milhões com uma margem de 50%, comparada aos 50,7% obtidos no primeiro trimestre de 2018. A maior parte da compressão da margem bruta é atribuída a custos com armazenagem, certos custos de envios no México e aos subsídios em dispositivos MPOS. O total de despesas operacionais alcançou US$ 226,9 milhões, um aumento de 18,1% em dólar em relação ao primeiro trimestre de 2018. Como percentual das receitas, as despesas operacionais representaram 47,9%, contra 59,9% no primeiro trimestre de 2018. Os ganhos das operações foram de US$ 10,1 milhões, vindos de uma perda de US$ 0,8 milhões no último trimestre e uma perda de US$ 29,4 milhões durante o primeiro trimestre de 2018. Como percentual da receita, o ganho das operações foi de 2,1%. O lucro líquido, antes dos impostos, foi de US$ 15,4 milhões, contra o prejuízo de US$ 25,4 milhões durante o primeiro trimestre de 2018.

A tabela a seguir resume algumas das principais métricas de desempenho para os três meses encerrados em 31 de março de 2019 e 2018.

  Three-month Periods EndedMarch 31, (*) (in millions) 2019 2018     Number of confirmed registered users at end of period   280.1   223.1 Number of confirmed new registered users during period   12.3   11.2 Gross merchandise volume   $ 3,087.8   $ 3,126.4 Number of successful items sold   82.8   80.1 Number of successful items shipped  62.4 52.5 Total payment volume   $ 5,639.1   $ 4,175.3 Total volume of payments on Marketplace   $ 2,896.1   $ 2,809.5 Total payment transactions  143.9 74.3 Unique buyers  18.8 17.0 Unique sellers  4.2 5.0 Capital expenditures   $ 33.0   $ 23.0 Depreciation and amortization   $ 12.6   $ 11.1

Tags: Armazenamento Consultoria Entrega Marketplace Performance Plataformas Gestão de Anúncios Atendimento ao Cliente E-Mail Marketing Sistema de ERP Pagamento Online Mídias Sociais Plataforma de E-Commerce Precificação Dinâmica Vitrine Personalizada Serviços Escola Especializada Logística Agência Especializada Redirecionamento de Encomendas Soluções