Todos os artigos > Glebba abre rodada de investimento para captação própria
Glebba abre rodada de investimento para captação própria
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir Perto de completar três anos, a Glebba Investimentos, primeira e única fintech do Brasil a fazer crowdfunding imobiliário para viabilizar a construção de loteamentos, se prepara para captar R$ 400 mil por meio de ECF (equity crowdfunding), na plataforma StartMeUp. O objetivo da empresa com os recursos é fazer …

Glebba abre rodada de investimento para captação própria

Publicado: 25.04.2019 - 17:07, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir Perto de completar três anos, a Glebba Investimentos, primeira e única fintech do Brasil a fazer crowdfunding imobiliário para viabilizar a construção de loteamentos, se prepara para captar R$ 400 mil por meio de ECF (equity crowdfunding), na plataforma StartMeUp. O objetivo da empresa com os recursos é fazer …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

Perto de completar três anos, a Glebba Investimentos, primeira e única fintech do Brasil a fazer crowdfunding imobiliário para viabilizar a construção de loteamentos, se prepara para captar R$ 400 mil por meio de ECF (equity crowdfunding), na plataforma StartMeUp. O objetivo da empresa com os recursos é fazer melhorias na plataforma, contratar novos funcionários, investir em marketing e expandir ainda mais seus negócios.

Diante de um cenário extremamente aquecido, a startup planeja captar R$ 20 milhões em 15 projetos de loteamento, além de aumentar a base para 15 mil usuários cadastrados, em 2019. Hoje, a fintech tem dez novas contas de usuários abertas por dia.

Segundo Francisco Perez, sócio fundador da startup, a expectativa é captar 100% em um mês para iniciar os investimentos, principalmente na área de tecnologia. “Queremos entregar uma solução de ponta, permitindo que todas as etapas do investimento sejam feitas online e com segurança. Por isso, vamos aumentar nosso capital de giro e trazer mais visibilidade para a marca”, explica o empreendedor.

Para participar do crowdfunding, é preciso ter mais de 18 anos. Os interessados podem realizar o cadastro na plataforma e o investimento inicial é de R$1 mil.

A Glebba oferece produtos nos quais o investidor não precisa de grandes quantias para aplicar o dinheiro. Para investir nos loteamentos pela fintech é preciso preencher alguns requisitos mínimos e as vantagens a médio prazo são melhores que as oferecidas nas tradicionais cadernetas de poupança e fundos de renda fixa, como CDI, por exemplo

Os investidores ainda podem acompanhar o desempenho do seu investimento pela plataforma e, ao final do prazo, o valor investido e rentabilidade serão devolvidos à conta bancária informada no cadastro.