Todos os artigos > Genéricos proporcionam economia de R$ 130 bilhões
Genéricos proporcionam economia de R$ 130 bilhões
A economia que os genéricos trazem à população é indiscutível. Eles atuam como regulador de preços, favorecendo o consumidor Desde que chegaram ao mercado, em 1999, os genéricos já proporcionaram, aos brasileiros, uma economia de mais de R$ 106 bilhões em gastos com medicamentos, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró …

Genéricos proporcionam economia de R$ 130 bilhões

Publicado: 22.04.2019 - 13:46, por eCompare.com.br

A economia que os genéricos trazem à população é indiscutível. Eles atuam como regulador de preços, favorecendo o consumidor Desde que chegaram ao mercado, em 1999, os genéricos já proporcionaram, aos brasileiros, uma economia de mais de R$ 106 bilhões em gastos com medicamentos, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró …

A economia que os genéricos trazem à população é indiscutível. Eles atuam como regulador de preços, favorecendo o consumidor

Desde que chegaram ao mercado, em 1999, os genéricos já proporcionaram, aos brasileiros, uma economia de mais de R$ 106 bilhões em gastos com medicamentos, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos).

“Esse valor considera apenas o impacto do custo 35% menor previsto em lei para os genéricos frente aos medicamentos de referência. A economia proporcionada, entretanto, é substancialmente maior, uma vez que, em média, os genéricos custam 60% menos que os medicamentos de referência”, destaca a presidente da entidade, Telma Salles, reforçando que esse valor também não captura a redução de preços que os fabricantes de medicamentos de referência têm de fazer para manter a competitividade desses produtos. “Osgenéricos atuam como regulador de preços, favorecendo o consumidor”, constata.

Para a indústria, os esforços para conquistar e crescer no mercado de genéricos, sem perder o faturamento, são grandes, tendo em vista que este é um setor bastante competitivo.

“As empresas trabalham, continuamente, para melhorar a eficiência, investindo em inovação. Algumas apostam também na entrada no segmento de biossimilares. Tudo isso amplia a capacidade de competição e o resultado das indústrias”, analisa Telma.

Foto: Shutterstock

Compartilhe: