Todos os artigos > Feira de Tecnologia Robolab premia os melhores projetos de robótica
Feira de Tecnologia Robolab premia os melhores projetos de robótica
O Robolab – Conectando a Educação ao Futuro, idealizado pela Qualcomm Serviços de Telecomunicações Ltda. organizou uma feira de tecnologia no dia 30/11 na qual premiou os melhores protótipos de robótica desenvolvidos ao longo do primeiro semestre do programa. De um total de 30 inscritos e 10 selecionados para a feira, quatro trabalhos foram premiados …

Feira de Tecnologia Robolab premia os melhores projetos de robótica

Publicado: 03.12.2018 - 17:26, por eCompare.com.br

O Robolab – Conectando a Educação ao Futuro, idealizado pela Qualcomm Serviços de Telecomunicações Ltda. organizou uma feira de tecnologia no dia 30/11 na qual premiou os melhores protótipos de robótica desenvolvidos ao longo do primeiro semestre do programa. De um total de 30 inscritos e 10 selecionados para a feira, quatro trabalhos foram premiados …

O Robolab – Conectando a Educação ao Futuro, idealizado pela Qualcomm Serviços de Telecomunicações Ltda. organizou uma feira de tecnologia no dia 30/11 na qual premiou os melhores protótipos de robótica desenvolvidos ao longo do primeiro semestre do programa. De um total de 30 inscritos e 10 selecionados para a feira, quatro trabalhos foram premiados com troféus em nome da escola e certificados, sendo que o primeiro colocado ganhou uma visita corporativa ao escritório da Qualcomm Serviços de Telecomunicações Ltda.

A premiação da feira teve como objetivo identificar, incentivar e dar destaque aos protótipos mais inovadores desenvolvidos pelos alunos do Robolab. “Foi uma oportunidade muito interessante para a Qualcomm no sentido de contribuir para inserir definitivamente a tecnologia em sala de aula. Os protótipos vencedores são apenas uma parte de um processo maior, que é o de uma educação conectada com as habilidades do século XXI”, afirmou Rafael Steinhauser, Vice-Presidente Sênior da Qualcomm Serviços de Telecomunicação Ltda. e Presidente da Qualcomm para América Latina. “Continuaremos apoiando e incentivando iniciativas na área da educação, especialmente ligadas a programação e robótica, que são habilidades essenciais para o os próximos anos”, acrescentou.

“O Robolab tem um grande potencial para ser expandido em todo o estado. Por essa razão, estamos publicando uma resolução para criar um grupo de trabalho dedicado a estudar como é possível replicar e dar escala a essa experiência no estado de São Paulo, criando equidade de oportunidades no aprendizado de robótica e computação para as mais de 5 mil escolas da rede”, afirma João Cury Neto, Secretário de Educação do Estado de São Paulo. “Por meio da ampliação do acesso a recursos tecnológicos de alta qualidade e conhecimento especializado, os jovens estudantes da rede pública poderão ampliar o leque de oportunidades em sua vida profissional”, completa o gestor.

“O Grupo + Unidos tem foco prioritário em iniciativas voltadas para educação e capacitação tecnológica de estudantes brasileiros, portanto estivemos ativamente engajados na execução do projeto e estamos muito satisfeitos com os resultados”, declarou Augusto Corrêa, diretor executivo do grupo + Unidos.

O Robolab é uma iniciativa da Qualcomm Serviços de Telecomunicações Ltda, Instituto TIM e Associação Grupo + Unidos em colaboração com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Um dos objetivos do projeto é promover o aprendizado da linguagem de máquina e conceitos básicos de robótica para escolas públicas por meio do uso de dispositivos conectados a uma rede de internet de alta velocidade. Os laboratórios das 10 escolas participantes foram renovados para receber o Robolab, além de receberem laptops, kits de robótica, projetores e modens 4G com plano de dados.

Ao longo de seis meses de trabalho, 525 alunos foram beneficiados por meio de 228 oficinas de formação. Parte fundamental da iniciativa, um grupo de 30 professores foi contemplado com 12 oficinas de capacitação em matérias ligadas a tecnologia, como pensamento computacional, robótica e design thinking.

De acordo com uma pesquisa feita com as escolas participantes, o Robolab ajudou a aumentar o interesse dos estudantes por matemática e ciências, de 2% para 63%, assim como o interesse em tecnologia em geral, de 53% para 84%. O engajamento dos estudantes com a escola também cresceu, de acordo com os professores consultados, de 26% para 79%. O levantamento mostra ainda que 93% dos estudantes que tiveram experiência com pensamento computacional e robótica disseram que irão aplicar a maior parte do conhecimento adquirido em sala de aula.

O Instituto TIM forneceu toda a conectividade para que o projeto pudesse acontecer. “A missão do nosso Instituto é democratizar a ciência e a tecnologia, sobretudo, promovendo o desenvolvimento de crianças e jovens, que são motor do futuro do país. Estamos muito satisfeitos em ter contribuído com sucesso desta edição do Robolab”, conta Mario Girasole, Presidente do Instituto TIM.