Todos os artigos > FCE Pharma e Cosmetique receberam mais de 16.500 visitantes
FCE Pharma e Cosmetique receberam mais de 16.500 visitantes
Saldo do maior evento da indústria farmacêutica e de cosméticos da América Latina foi positivo Ao completar 24 anos, as FCE Pharma e FCE Cosmetique chegaram ao fim oferecendo experiências inéditas a mais de 16.500 visitantes. “Faz parte do nosso DNA surpreender o mercado. Buscamos evoluir as iniciativas de sucesso, apostar em novidades que possam …

FCE Pharma e Cosmetique receberam mais de 16.500 visitantes

Publicado: 29.05.2019 - 11:00, por eCompare.com.br

Saldo do maior evento da indústria farmacêutica e de cosméticos da América Latina foi positivo Ao completar 24 anos, as FCE Pharma e FCE Cosmetique chegaram ao fim oferecendo experiências inéditas a mais de 16.500 visitantes. “Faz parte do nosso DNA surpreender o mercado. Buscamos evoluir as iniciativas de sucesso, apostar em novidades que possam …

Saldo do maior evento da indústria farmacêutica e de cosméticos da América Latina foi positivo

Ao completar 24 anos, as FCE Pharma e FCE Cosmetique chegaram ao fim oferecendo experiências inéditas a mais de 16.500 visitantes. “Faz parte do nosso DNA surpreender o mercado. Buscamos evoluir as iniciativas de sucesso, apostar em novidades que possam melhorar a experiência do visitante e impulsionar o desenvolvimento do mercado”, afirmou o CEO da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo. “Recebemos um retorno muito positivo sobre os investimentos de 2019 e ficamos muito orgulhosos, principalmente por vir de um público altamente qualificado”, completou.

Pela primeira vez na feira, o R&D Academy reproduziu um laboratório do futuro com tecnologias da indústria 4.0: inovador, com comunicação autônoma e processos automatizados. Uma iniciativa para que as pessoas pudessem entender hoje como será a realidade do setor amanhã. Já no Innovation Center, espaço onde era possível assistir a palestras e participar de experiências sensoriais e demonstrativas, a Focus Química esteve presente. “Apresentamos para o mercado o que temos e o que ele pode esperar. Falamos tecnicamente e mostramos como funciona cada produto. É uma inovação na interação com o público”, afirmou o diretor da empresa, Douglas Vocci.

Mais uma iniciativa pioneira foi o Talk Science, um encontro moderno e inovador que trouxe palestras dinâmicas e diferentes de tudo o que já foi apresentado ao mercado. Muitas atingiram a capacidade máxima de visitantes. Entre elas, a palestra “Análise de Risco”, realizada pelo colaborador do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma), Marcus Pereira, que trouxe um conteúdo sobre como evitar contaminação cruzada. Tema e experiência aprovados pela gestora de Departamento de Vacinas Virais de Bio-Manguinhos (Fiocruz), Wania Renata dos Santos. “É essa a importância de estar aqui: ter a oportunidade de se atualizar e construir parcerias”, contou.

Outra novidade que chamou a atenção do público foi a Logitech Science, exposição e congresso voltados para a logística. O evento reuniu os principais players do mercado no mundo, que apresentaram o futuro do setor logístico e mostraram como empresas cosméticas e farmacêuticas podem otimizar seus processos e reduzir custos. DHL, IBM e UPS foram alguns dos destaques que lotaram as palestras. “As novas tecnologias são a chave para o futuro. E muitas empresas ainda deixam de usá-las a seu favor. É preciso acelerar uma eventual mudança de comportamento das empresas”, avaliou o vice-presidente da Life Scienses & Healthcare da DHL Supply Chain, Thorsten Roggenbuck.

Análise econômica e muitos negócios na FCE

As grandes atrações não pararam por aí. No Colamiqc, Congresso sobre os Novos Rumos da Ciência Cosmética, realizado em paralelo ao evento, o economista mais influente do Brasil, Ricardo Amorim, fez uma palestra sobre o panorama político-econômico da América Latina e Portugal. Destacou que o Brasil viveu a pior crise da história nos últimos anos, mas voltou a crescer. “Estamos vivendo um processo de transformação tecnológica que é o mais acelerado que a humanidade já viu. Isso gera muita riqueza e oportunidade para quem entra de cabeça usando novas tecnologias para melhorar seu negócio”, destacou. Para ele, o impacto no mercado de cosméticos é direto. “Na medida em que a renda cresce, mais as pessoas passam a se cuidar e gastar com isso”, acrescentou.

Negócios não faltaram no evento. A FCE Pharma, em parceria com a Associação Brasileira da Indústria Farmoquímica e de Insumos Farmacêuticos (Abiquifi) e com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), voltou à 24ª edição do evento para promover o encontro entre empresários brasileiros e compradores da Argentina, Colômbia e México. Já na FCE Cosmetique, aconteceu a primeira Rodada de Negócios, voltada a produtores e compradores de matéria-prima cosmética. Ao todo, foram 14 expositores e 37 compradores que, no período de duas horas, realizaram 222 reuniões, gerando em torno de R$ 16.100 milhões em negócios. Entre os grandes compradores, nomes como Natura, Roche, Aché, The Body Shop e Truss aproveitaram o encontro para garantir as novidades dos fabricantes em primeira mão.

Este ano, a FCE Pharma e a FCE Cosmetique reuniram 500 marcas em um espaço de 40 mil m². Mas o principal foi o público, segundo a Almapal e a Bosch, expositoras da feira farmacêutica.

Fonte: Guia da Farmácia

Foto: divulgação

Como a Amazon tem ameaçado o varejo farmacêutico?

Compartilhe: