Todos os artigos > Everis e FIAP lançam desafio para desenvolvimento de projetos de games com realidade aumentada para mercado corporativo
Everis e FIAP lançam desafio para desenvolvimento de projetos de games com realidade aumentada para mercado corporativo
A everis, consultoria multinacional de soluções de estratégia e de negócios, em parceria com FIAP, centro de excelência em tecnologia, inovação e empreendedorismo mais respeitado do País, realiza, pelo terceiro ano consecutivo, um desafio para os estudantes – o “Everis Augmented Reality (AR) Challenge”. Este ano, a ideia é motivar os alunos a desenvolverem protótipos …

Everis e FIAP lançam desafio para desenvolvimento de projetos de games com realidade aumentada para mercado corporativo

Publicado: 10.07.2019 - 21:36, por eCompare.com.br

A everis, consultoria multinacional de soluções de estratégia e de negócios, em parceria com FIAP, centro de excelência em tecnologia, inovação e empreendedorismo mais respeitado do País, realiza, pelo terceiro ano consecutivo, um desafio para os estudantes – o “Everis Augmented Reality (AR) Challenge”. Este ano, a ideia é motivar os alunos a desenvolverem protótipos …

A everis, consultoria multinacional de soluções de estratégia e de negócios, em parceria com FIAP, centro de excelência em tecnologia, inovação e empreendedorismo mais respeitado do País, realiza, pelo terceiro ano consecutivo, um desafio para os estudantes – o “Everis Augmented Reality (AR) Challenge”. Este ano, a ideia é motivar os alunos a desenvolverem protótipos de games e experiências inovadoras com uso de realidade aumentada para auxiliar na solução de problemas reais identificados no mercado corporativo.

Os projetos devem contribuir para a transformação das empresas, as auxiliando a atender melhor aos novos comportamentos e expectativas dos consumidores. “No total estão participando do desafio 80 alunos do segundo ano do curso de Games, de diferentes unidades da FIAP, distribuídos em 15 grupos – com de três a cinco alunos cada -, que analisaram as necessidades reais de empresas dos setores de varejo, saúde e finanças, que são foco da everis, e identificaram problemas que podem ser resolvidas com projetos de realidade aumentada”, explica Roberto Celestino Pereira, gerente de iniciativas de Inovação da everis Brasil.

Os grupos são motivados a pensar em soluções que utilizem todo tipo de device, contemplando técnicas de gamificação, analytics e inteligência artificial. Rafael Rossetti, professor do curso de Games e coordenador do everis AR Challenge na FIAP, que atua no mercado há 17 anos, considera a iniciativa da everis, um excelente exemplo de parceria empresa/escola, porque estimula a inovação e abre oportunidades de trabalho e empreendedorismo para alunos que estão começando suas carreiras profissionais.

“Os alunos têm a chance de conviver com profissionais do mercado – da everis, de seus parceiros e clientes –, de conhecer diferentes realidades empresariais e as respectivas jornadas de suas cadeias de valor. Tendo esta visão são instigados a escolher uma etapa, uma demanda, desta cadeia que poder ser atendida com um projeto inovador e disruptivo de realidade aumentada”, reforça Rossetti.

Durante todo o ano letivo, a everis fará um programa de mentorias (sete encontros), em sinergia com a parceira Startup One, para o Challenge anual do curso. O objetivo é orientar os alunos, que já são nativos digitais, no desenvolvimento dos projetos. Os estudantes podem contar também com um portal de comunicação com a área de XReality, da everis, para solucionar dúvidas e obter dicas técnicas e mercadológicas.

“Ajudamos os alunos na identificação do problema a ser resolvido, na definição da ideia e do propósito principal do projeto, no entendimento do contexto no qual as empresas estão inseridas, no desenvolvimento do app e na apresentação ao mercado corporativo. Enfim, em todas as fases, fim a fim”, esclarece Pereira.

Segundo o gerente da everis, a consultoria tem também o intuito de aumentar a empregabilidade dos jovens participantes, que têm a oportunidade de entender os processos de negócios de empresas de diferentes setores e são incentivados a inovar e empreender. “Ao longo do processo, os estudantes vivenciam o dia a dia das empresas e nas apresentações conhecem profissionais que podem realmente comprar e implementar seus projetos. Por vezes, esta interação resulta em estágios ou mesmo empregos formais”, explica Pereira.

O “Everis Augmented Reality (AR) Challenge” é parte do everis Digital Lab, iniciativa que visa questionar e incentivar a inovação, fortalecer o mindset do empreendedor, capturar desafios junto ao cliente e aos colaboradores, bem como manter uma forte rede de inovação. “Nosso foco é sempre atuar com tecnologias emergentes em colaboração com estudantes, profissionais, startups e parceiros de negócios, desde a idealização de um protótipo até o lançamento ao mercado”, ressalta Pereira.

A semifinal será um dia de demonstrações práticas dos projetos, que ocorrerá em outubro, em local a ser definido, e contará com a participação de empresas-clientes e executivos da everis, além dos professores da FIAP, que atuarão como juízes na avaliação dos protótipos. Os três melhores projetos participarão na final do FIAP NEXT, que ocorrerá no dia 2 de novembro, na Casa das Caldeiras, e o projeto vencedor ganhará um prêmio de R$ 5 mil para será dividido entre os participantes do grupo. Os integrantes grupo que ficar em segundo lugar ganharão R$ 600,00 cada um.

Outro benefício é que as melhores soluções poderão ser incubadas no Digital LAB da everis, por período máximo de três meses, desde que tenha contrapartida e interesse da equipe. Além disso, os talentos identificados durante o programa serão convidados para participar de processos seletivos da everis.

“Em parceria com a everis, nós podemos oferecer um TCC completo e realmente desafiador. É uma iniciativa absolutamente inovadora e disruptiva, que motiva os alunos a serem criativos e se engajarem em causas reais para tornar a jornada dos consumidores mais interessante. Com isso, entregamos ao mercado profissionais ainda mais qualificados e capazes de empreender, contribuindo para o desenvolvimento do mercado como um todo”, completa o professor Rosseti.

Depoimentos dos participantes

O estudante Arthur Rodrigues, um dos integrantes de um grupo que está criando uma plataforma de ensino prático para a área de saúde. O objetivo do app de saúde é ensinar técnicas de enfermagem cotidianas, como coleta de sangue, urina, medição de pressão, entre outras, a alunos de cursos técnicos do segundo grau. “A parceria com a everis nos permite ter um portfólio prático, trocar experiências e apresentar nosso projeto a profissionais do mercado. É uma ótima experiência que pode nos abrir oportunidades de trabalho”, comemora ele.

Já Marcela Marcondes diz que os games começaram a integrar sua vida desde a infância, mas a faculdade abriu um novo horizonte, pois mostrou a necessidade de aprender técnicas de design, marketing, programação, roteiro de jogos e 3D. “A everis está nos permitindo conciliar o conhecimento acadêmico com o prático, interagindo com empresas atuantes no mercado. Com isto, nos faz sentir literalmente atuando no mercado e ver reais possibilidades de ingresso no mercado de games”, destaca a estudante.

Outro aluno, Willian Botura, que está desenvolvendo um app amigável para ajudar crianças com autismo no aprendizado, acredita que a everis está atuando como uma facilitadora para a venda do app que seu grupo está desenvolvendo. “A everis está nos dando uma importante mentoria, que complementa os conhecimentos transmitidos pela FIAP, o que é fundamental para nossa formação, e me faz ter certeza de que a nossa universidade está efetivamente conectada com as tendências do mercado”, enfatiza Botura.

A área escolhida por Vinicius Aguiar e seu grupo foi o varejo, que está desenvolvendo um projeto para auxiliar nas promoções com cupons, substituindo os papéis por um app de realidade aumentada. “O varejo está investindo bastante em soluções disruptivas e, com o apoio da everis, estamos elaborando um app capaz de ajudar os supermercados a tornarem as promoções mais interativas, amigáveis e sustentáveis. É uma iniciativa que torna nosso aprendizado mais produtivo e interessante”, completa.