Todos os artigos > E-commerce cresce 10,2% no primeiro trimestre, indica Mastercard
E-commerce cresce 10,2% no primeiro trimestre, indica Mastercard
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir O varejo brasileiro fechou o primeiro trimestre do ano com um crescimento moderado nas vendas. De acordo com dados do Mastercard SpendingPulse™, que fornece informações sobre as tendências gerais de gastos de varejo em todos os tipos …

E-commerce cresce 10,2% no primeiro trimestre, indica Mastercard

Publicado: 09.05.2019 - 20:14, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir O varejo brasileiro fechou o primeiro trimestre do ano com um crescimento moderado nas vendas. De acordo com dados do Mastercard SpendingPulse™, que fornece informações sobre as tendências gerais de gastos de varejo em todos os tipos …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

O varejo brasileiro fechou o primeiro trimestre do ano com um crescimento moderado nas vendas. De acordo com dados do Mastercard SpendingPulse, que fornece informações sobre as tendências gerais de gastos de varejo em todos os tipos de pagamentos, incluindo dinheiro e cheque, o volume total de vendas no trimestre – excluindo vendas de carros e de materiais de construção – cresceu 1,9% no comparativo ano a ano. Com o Carnaval e três dias úteis a menos que no ano passado, março foi o mês mais fraco até agora, com queda de 1,6% no comparativo com o mesmo período do ano passado.

“Os sólidos resultados de janeiro e fevereiro elevaram os números trimestrais do varejo”, diz César Fukushima, diretor de análise avançada da Mastercard no Brasil. “Principalmente as drogarias e artigos pessoais tiveram um trimestre forte”.

Em comparação com o primeiro trimestre de 2018, quatro setores tiveram um crescimento acima do apresentado pelas vendas no varejo na comparação ano a ano: supermercados (2,6%), drogarias (5,3%), vestuário (2,2%) e artigos pessoais (6,6%), enquanto combustíveis (-0,9%) e móveis e eletrônicos (-2,9%) ficaram abaixo do crescimento total do varejo.

Na comparação ano a ano, as vendas de comércio eletrônico continuam com uma tendência de estabilidade e crescimento, com aumento de 10,2% no primeiro trimestre. No último mês, o setor farmacêutico teve um desempenho melhor do que a média, enquanto os setores de vestuário, móveis, eletrônicos, e hobby e livrarias ficaram abaixo da média.

Desempenho das regiões brasileiras no primeiro trimestre: As regiões Centro-Oeste (2,5%) e Sul (3,1%) tiveram desempenho superior ao do restante do país, enquanto as regiões Norte (1,1%), Nordeste (0,7%) e Sudeste (1,6%) apresentaram um crescimento de vendas abaixo do índice geral do País.