Todos os artigos > Boa gestão e alta produtividade geram bons negócios
Boa gestão e alta produtividade geram bons negócios
Toda empresa espera não só se manter, como também crescer nos negócios. Para isso, três fatores são fundamentais: serviços ou produtos que se destaquem entre os concorrentes, clientes felizes e saúde financeira. Porém, há alguns detalhes que podem abalar essa estrutura e causar muita dor de cabeça para o empresário. A chave disso tudo está …

Boa gestão e alta produtividade geram bons negócios

Publicado: 24.01.2019 - 17:23, por eCompare.com.br

Toda empresa espera não só se manter, como também crescer nos negócios. Para isso, três fatores são fundamentais: serviços ou produtos que se destaquem entre os concorrentes, clientes felizes e saúde financeira. Porém, há alguns detalhes que podem abalar essa estrutura e causar muita dor de cabeça para o empresário. A chave disso tudo está …

Toda empresa espera não só se manter, como também crescer nos negócios. Para isso, três fatores são fundamentais: serviços ou produtos que se destaquem entre os concorrentes, clientes felizes e saúde financeira. Porém, há alguns detalhes que podem abalar essa estrutura e causar muita dor de cabeça para o empresário. A chave disso tudo está na produtividade.

Mas qual a importância disso? A produtividade é uma palavra que está interligada ao crescimento e geração de lucro nas organizações. Uma empresa produtiva consegue, utilizando menos recursos, entregar mais e melhor para o mercado. Assim, ela demonstra seu desempenho frente aos processos existentes e geridos na empresa.

Esses processos servem como um termômetro para medir a excelência da produtividade em relação à performance dela no mercado. Quem produz necessita ter foco em melhoria no sistema produtivo, trabalhando sempre em equipe e evitando o desperdício, para assim gerar maior valor para a sociedade e o mercado.

Porém, quando as coisas não funcionam bem dentro da empresa, os resultados podem ser catastróficos. Por exemplo, começam a surgir os atrasos na entrega dos serviços ou produtos, devido à falta de comunicação e organização. Há o desperdício e a perda de recursos.

Além de oportunidades de negócios que podem ser perdidas, funcionários podem ficar mais estressados e insatisfeitos com o ambiente de trabalho, já que o desempenho ruim irá gerar mais cobranças. Diante de tal cenário, as finanças são comprometidas, provocando um grande abalo na estrutura da empresa, ou até mesmo sua falência.

O que irá fazer esse conjunto de engrenagens girar de maneira correta será a boa gestão. Ela é essencial para alcançar resultados traçados no planejamento estratégico, como, por exemplo, por meio de metas e constantes avaliações. Por isso, é importante sempre ter visão holística do cenário em que a empresa se encontra.

Toda a mudança precisa começar com o capital humano, ou seja, os colaboradores. Quando as equipes são coordenadas por bons gestores, tudo funciona melhor. Mas o que é ser um bom gestor? Primeiro de tudo, é saber se relacionar com as pessoas, pois toda e qualquer empresa é composta por pessoas.

Por exemplo, para que a equipe, de fato, realize de forma efetiva suas funções é necessário, antes de mais nada, enxergar que, por trás de um profissional, existe um ser humano. Por mais experiente que seja, possui defeitos, erros, acertos e sempre estará em processo de aprendizagem. Um bom gestor é o ser humano que, dentro de suas habilidades e competências, não mede esforços para desenvolver outras pessoas.

Além disso, por maior que seja o profissional, caso não tenha ética e caráter, de nada vale suas habilidades para lidar com os outros. Afinal, é a atitude que transforma e o faz ser líder. O bom gestor, antes de tudo, é um ser humano e necessita compreender que estará lidando com outros seres humanos. Quando as equipes se sentem felizes e bem direcionadas em relação às suas atividades, tudo isso se traduz em um excelente desempenho produtivo e, consequentemente, grandes ganhos para a empresa.