Todos os artigos > Atendimento focado em startups vira tendência em escritórios de direito
Atendimento focado em startups vira tendência em escritórios de direito
O Brasil tem hoje cerca de 80 milhões de processos judiciais em tramitação, segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Dentre esses processos, muitos são provenientes das quase 12 mil startups existentes no Brasil, como aponta dados da Associação Brasileira de Startups (ABS). O número crescente do surgimento das pequenas empresas, tornam o país …

Atendimento focado em startups vira tendência em escritórios de direito

Publicado: 17.07.2019 - 13:53, por eCompare.com.br

O Brasil tem hoje cerca de 80 milhões de processos judiciais em tramitação, segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Dentre esses processos, muitos são provenientes das quase 12 mil startups existentes no Brasil, como aponta dados da Associação Brasileira de Startups (ABS). O número crescente do surgimento das pequenas empresas, tornam o país …

O Brasil tem hoje cerca de 80 milhões de processos judiciais em tramitação, segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Dentre esses processos, muitos são provenientes das quase 12 mil startups existentes no Brasil, como aponta dados da Associação Brasileira de Startups (ABS).

O número crescente do surgimento das pequenas empresas, tornam o país um campo fértil para a implementação de novos escritórios e o desenvolvimento de soluções que facilitam a rotina jurídica. Quando se fala em tecnologia em meio a essa tendência, escritórios de direito que apostam nesse nicho estão se destacando no setor judiciário, que antes era visto como tradicional.

Para atender essa demanda, hoje existem escritórios com diferentes enfoques. Confira os cinco principais:

BNZ Innovation

Com a iniciativa de atender startups e empresas que estão no início de atuação, o BNZ Innovation  possui três braços de atuação, o BNZ Startup, criado para desburocratizar o ecossistema e auxiliar as startups em estágio inicial, em relação aos serviços jurídicos, o BNZ Ventures, voltado para empresas que querem comprar ou investir em startups e projetos de inovação, já com pacotes fechados, e o BNZ Global, com estrutura em Nova York e Miami, criado para atender startups que estão fora do Brasil e investidores que querem apostar nesses projetos em outros países.

Bicalho Consultoria Legal

Com quase 20 anos no mercado, a Bicalho Consultoria Legal é uma empresa especializada em internacionalização de negócios e processos de franchising, fornecendo o suporte necessário aos clientes que querem sair do país. Mestre em Direito no Brasil e nos Estados Unidos, Vinícius Bicalho é fundador e CEO da empresa e especialista em questões imigratórias, tributariais e empresariais, auxiliando franqueados e franqueadores nos diversos processos legais que envolvem a abertura de empresas e registros de marcas.

Koeler & Galvão Sociedade de Advogados

Com o objetivo de fazer um trabalho construtivo e colaborar para o desenvolvimento do país, o escritório atende startups com uma proposta de atendimento personalizada. A customização do serviço também entra na questão de honorários: a proposta é que primeiro seja marcada uma reunião para escutar possíveis clientes e, uma vez tendo uma noção do cenário global das demandas, façam uma análise. Depois, o suporte financeiro é elaborado com base na OAB e, assim, a proposta é fixada para cada empresa.

Faria e Cendão & Maia Advogados

O escritório surgiu após os advogados Fabio Cendão, Eduardo Faria e Heitor Maia identificarem a necessidade de auxílio jurídico aos empreendedores de startups e focam em trazer uma assessoria jurídica descomplicada.

Menezes Reblin Advogados Reunidos

Na área de assessoria jurídica para startups, o escritório oferece segurança na informalidade jurídica com a estruturação de novos negócios, elaboração de contratos e documentos, negociação de parcerias e investimentos e proteção da propriedade intelectual para empresas em fase inicial de atuação. Seu DNA é encontrar uma série de documentos de referência e ferramentas, com o objetivo de apresentar, didaticamente, as melhores práticas sugeridas para startups.