Todos os artigos > Akzonobel busca startups e institutos de tecnologia para desafio global de inovação
Akzonobel busca startups e institutos de tecnologia para desafio global de inovação
Hoje, as tintas da AkzoNobel já ajudam a limpar o ar, suportam o calor extremo, reduzem a perda e consumo de combustível e lidam até com as condições em Marte. Mas a empresa holandesa, que no Brasil é detentora de marcas como Coral, Sikkens e International, quer ir além. Por isso, a companhia acaba de …

Akzonobel busca startups e institutos de tecnologia para desafio global de inovação

Publicado: 09.01.2019 - 15:45, por eCompare.com.br

Hoje, as tintas da AkzoNobel já ajudam a limpar o ar, suportam o calor extremo, reduzem a perda e consumo de combustível e lidam até com as condições em Marte. Mas a empresa holandesa, que no Brasil é detentora de marcas como Coral, Sikkens e International, quer ir além. Por isso, a companhia acaba de …

Hoje, as tintas da AkzoNobel já ajudam a limpar o ar, suportam o calor extremo, reduzem a perda e consumo de combustível e lidam até com as condições em Marte. Mas a empresa holandesa, que no Brasil é detentora de marcas como Coral, Sikkens e International, quer ir além. Por isso, a companhia acaba de abrir inscrições para o desafio global “Paint the Future”, cujo objetivo é criar oportunidades de negócios sustentáveis em colaboração com startups, scale-ups, institutos de pesquisas e empreendedores. A AkzoNobel quer combinar sua escala global, conhecimento e expertise com as soluções geniais de empresas em estágios iniciais e visionários, trazendo mais tecnologia e inovação ao universo de tintas e revestimentos.

Lançado em parceria com a KPMG, o desafio dará aos vencedores a chance de firmar um acordo com a companhia para o desenvolvimento colaborativo de um negócio sustentável.  “Como uma empresa de tintas e revestimentos orientada por inovação e sustentabilidade, temos uma visão clara do que nossos clientes precisam e esperam do futuro, bem como muito conhecimento e recursos para compartilhar”, afirma Daniel Geiger Campos, presidente da AkzoNobel para a América do Sul, ao acrescentar que o desafio está focado em cinco áreas. São elas:

Previsão de desempenho: iniciativas inovadoras para coletar e analisar dados que visam prever, de forma mais precisa e eficiente, o desempenho dos nossos produtos na vida real. Aplicações inteligentes: soluções que ajudem a mudar ou melhorar a forma como os clientes aplicam os produtos da AkzoNobel. Soluções circulares: soluções que permitam o uso circular de materiais em qualquer ponto da cadeia de valor da companhia. Melhoria da funcionalidade: tecnologias que possuam uma nova funcionalidade que torne a tinta mais sustentável, responsiva ou adaptável. Infusão de ciência da vida: soluções que tragam melhor desempenho ou recursos inovadores para as tintas a partir de tecnologia bioativa. As inscrições podem ser feitas por meio da plataforma on-line dedicada ao desafio letspaintthefuture.com. No site, é possível encontrar detalhes sobre os temas e o processo de cadastro. O prazo para o envio dos projetos é 1º de março de 2019. Até o dia 12 de março, os participantes da plataforma continuarão explorando ideias e, depois disso, especialistas da AkzoNobel selecionarão os finalistas para um evento em Amsterdã, entre 14 e 16 de maio, no qual serão revelados os vencedores. “Nossa abordagem colaborativa conectará os premiados com experts e recursos para ajudá-los a acelerar, testar, lançar e escalar suas iniciativas”, finaliza Daniel Campos.

Visite: https://www.linkedin.com/showcase/paint-the-future/