Todos os artigos > 6 maneiras de evitar carrinho abandonado no e-commerce
6 maneiras de evitar carrinho abandonado no e-commerce
Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir Sabe quando um usuário acessa a sua loja virtual e manifesta a vontade de consumir algo colocando algum produto no carrinho, mas não finaliza o processo? Isso é chamado de carrinho abandonado e pode acontecer por diversos …

6 maneiras de evitar carrinho abandonado no e-commerce

Publicado: 03.04.2019 - 16:58, por eCompare.com.br

Share on Facebook Compartilhar Share on Twitter Compartilhar Share on Linkedin Compartilhar Send email E-Mail Print this Imprimir Sabe quando um usuário acessa a sua loja virtual e manifesta a vontade de consumir algo colocando algum produto no carrinho, mas não finaliza o processo? Isso é chamado de carrinho abandonado e pode acontecer por diversos …

Share on Facebook Compartilhar

Share on Twitter Compartilhar

Share on Linkedin Compartilhar

Send email E-Mail

Print this Imprimir

Sabe quando um usuário acessa a sua loja virtual e manifesta a vontade de consumir algo colocando algum produto no carrinho, mas não finaliza o processo? Isso é chamado de carrinho abandonado e pode acontecer por diversos motivos: a plataforma não passou credibilidade, o checkout estava complicado, o cliente não teve suas dúvidas sanadas, o valor ou prazo do frete não agradaram, o cliente não achou a forma de pagamento que gostaria, entre outros. Quer saber como evitar esse problema? Continue lendo o artigo:

Como evitar o carrinho abandonado?

Saiba que existem diversas formas de evitar o carrinho abandonado em seu e-commerce (falaremos algumas aqui nesse artigo) e, caso seja preciso, também há formas de recuperá-lo investindo em técnicas de marketing (como, por exemplo, remarketing ou e-mail marketing) para estimular a compra através de alguns benefícios.

Fizemos uma lista com alguns itens que você deve ficar de olho em sua loja virtual para evitar esse problema:

1. Demonstre que o ambiente é seguro

Você pode passar segurança e credibilidade para o cliente investindo em uma plataforma completa, com design profissional e ferramentas que ajudaram a melhorar a usabilidade (ou seja, que vai proporcionar ao cliente uma boa experiência de compra, onde ele poderá navegar sem enfrentar obstáculos que o façam desistir da compra).

E, além disso, é importante expor todos os selos de segurança em um local onde o cliente tenha fácil acesso para que ele tenha a certeza de que está depositando sua confiança em um local seguro e que preservará seus dados.

2. Versão Mobile

Coloque-se na posição do seu potencial cliente e agora imagine ter que realizar um cadastro com diversos campos para serem preenchidos ou colocar os dados do cartão em uma página toda desconfigurada? Ninguém merece, não é mesmo? Quando a página não está preparada para ser acessada via mobile, a navegação fica bastante complicada, desanimando o usuário a prosseguir com a compra dos produtos que ele queria.

Portanto, se a sua loja não possui um ambiente próprio para mobile, é importante repensar esse ponto. Ainda mais porque os dados mostram que os acessos e vendas por mobile estão em constante crescimento e com chances reais de ultrapassar os acessos por desktop.

3. Simplifique o processo de checkout

Facilite a vida de seu cliente: aposte em um checkout com preenchimento simples. Peça apenas as informações necessárias para que ele não perca tempo nessa etapa e nem tenha tempo de pensar em outras coisas, podendo desistir de comprar. Fique de olho, também, em possíveis pontos de fuga (elementos que possam desconcentrar o cliente na hora de finalizar a compra).

4. Detalhes sobre o produto

É muito importante conseguir encontrar meios para suprir a carência do usuário de não poder ver o produto físico antes da compra. Você pode fazer isso através de uma descrição muito bem detalhada falando sobre suas características, usos, entre outras coisas. Isso passará segurança ao cliente, conseguirá tirar algumas de suas dúvidas, deixando-o mais propenso a efetuar a compra.

Além de falar as características, é importante exibir de forma bastante clara e direta o valor do produto, valor e prazo do frete, formas de pagamento, etc. Quanto antes ele tiver acesso à essas informações, menores serão as chances de ele desistir de finalizar a compra por falta de informação.

5. Variedade nas opções de frete e pagamento

Como mencionado no tópico anterior, o frete e o pagamento são itens que pesam bastante na hora do cliente ponderar a compra. Se ele acha que valor do frete está muito alto, o prazo é muito longo ou se ele não encontra a forma de pagamento que melhor se encaixe a sua realidade, ele poderá repensar a compra. Portanto, é aconselhável que seu e-commerce possua diferentes opções de entrega e de pagamento, assim, você terá maiores chances de agradar todos os perfis de público.

6. Invista no atendimento

Se as dúvidas dos clientes não podem ser solucionadas através de descrições detalhadas, ele pode abandonar a compra por causa de dúvida ou desconfiança. Então, é preciso disponibilizar diversas formas de comunicação para que ele entre em contato com você para solucioná-las, como chat, e-mail, redes sociais, telefone, etc. Assim, você deixa para o cliente escolher o meio de comunicação que mais o agradar.

Independente de qual for o motivo do contato, o cliente quer ser ouvido e quer ser bem tratado. Portanto, invista também em um atendimento humanizado, de qualidade, sem muita burocracia e que responda em um curto prazo para não deixar o cliente esquecer da compra.

Conclusão

Podemos perceber que enrolações, omissões ou coisas complexas podem fazer o seu potencial cliente desistir de finalizar a compra – e não é isso o que queremos! Por isso fizemos esse artigo, para mostrar algumas maneiras que você tem para se prevenir e evitar o carrinho abandonado e, consequentemente, aumentar suas taxas de conversão. Boas vendas!